Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Arquivo Nacional e Brown University disponibilizam documentos dos EUA sobre o Brasil
Início do conteúdo da página
Parceria Internacional

Arquivo Nacional e Brown University disponibilizam documentos dos EUA sobre o Brasil

Escrito por ASCOM | Publicado: Terça, 13 de Junho de 2017, 16h19 | Última atualização em Sexta, 23 de Junho de 2017, 09h22

O projeto Opening the Archives é um esforço conjunto do Arquivo Nacional, Brown University, National Archives and Records Administration e Universidade Estadual de Maringá para digitalizar e indexar cem mil documentos do governo dos Estados Unidos sobre o Brasil, produzidos entre 1960-80 e torná-los disponíveis para o público.

parceria internacional brown an

Atualmente, estão disponíveis 19 mil documentos e outros 15 mil estão em processo de indexação. Para pesquisar no acervo digital, basta acessar o Brown Digital Repository https://repository.library.brown.edu/studio/collections/id_644/

De acordo com o professor James Green, um dos responsáveis pelo projeto junto à Brown University e membro da Comissão de Altos Estudos do Memórias Reveladas, até o final do ano, 35 mil documentos estarão acessíveis. "É importante divulgar o nosso projeto aos pesquisadores brasileiros que trabalham sobre este período", ressalta Green.

Estão acessíveis milhares de páginas de relatórios de inteligência da CIA até então disponíveis exclusivamente na sede do National Archives II, em College Park, Maryland. Este projeto facilita o acesso a uma importante fonte de documentos primários, contribuindo para a reconstrução da história das relações Brasil–Estados Unidos de 1960 a 1980.

A coordenadora do Memórias Reveladas, Inez Stampa, considera que a parceria está inscrita entre as ações internacionais mais importantes do Centro de Referência Memórias Reveladas, do Arquivo Nacional. "Por um lado, estreitamos os laços com pesquisadores de outros países, em particular com o corpo docente e discente da prestigiosa Brown University, facilitando o intercâmbio de dados e informações. Por outro lado, permitimos a integração de dados, colocando à disposição da cidadania brasileira uma documentação que, sem o projeto, ficaria oculta", afirma Inez Stampa.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página