Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Na Mídia > Arquivo Público participa de mostra no Planalto sobre a história do Brasil
Início do conteúdo da página
Clipping nº 038/2017

Arquivo Público participa de mostra no Planalto sobre a história do Brasil

Publicado: Quinta, 11 de Maio de 2017, 14h42 | Última atualização em Quarta, 05 de Julho de 2017, 17h41 | Acessos: 90

Larissa Sarmento

Uma exposição sobre a história do Brasil, do período colonial à inauguração de Brasília, será aberta ao público nesta quinta-feira (11) no Palácio do Planalto. A visitação, gratuita e guiada, vai até 31 de maio, mas é necessário agendar (veja abaixo os horários de abertura).

A mostra foi aberta pelo presidente da República, Michel Temer, em cerimônia nesta quarta-feira (10). A colaboradora do governo de Brasília Márcia Rollemberg também participou da solenidade.

Composta de fotografias, documentos históricos, plantas e mapas, a mostra Brasilis a Brasília — Desenvolvimento, Liberdade e Patriotismo é uma parceria da Presidência da República com o Arquivo Público do Distrito Federal e o Arquivo Nacional. São cerca de 50 peças, entre elas, aproximadamente 20 do acervo do Arquivo Público do DF.

Do órgão distrital, há registros marcantes da história da capital, como o memorial descritivo do Plano Piloto — de março de 1957 — e a planta da capela do Palácio da Alvorada, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Os visitantes também poderão ver as cadernetas da Missão Cruls, que descrevem o primeiro mapa do Distrito Federal, datado de 1894.

Entre os documentos originais trazidos do Arquivo Nacional, no Rio de Janeiro, estão a Lei Áurea, o juramento de dom Pedro I à Constituição de 1824, a partitura da ópera O Guarani, de Carlos Gomes, e a Lei do Ventre Livre.

Mostra tem três eixos temáticos
A mostra traz três eixos temáticos: o primeiro é sobre o desenvolvimento do País, com cartas sobre expedições científicas e missões religiosas da época do Brasil colonial.

O segundo apresenta documentos relacionados aos movimentos abolicionistas, separatistas e republicanos.

No terceiro, a tônica é a modernidade. Nele são exibidos, por exemplo, o projeto original de Brasília feito por Lucio Costa e fotos da construção da capital federal.

Para o superintendente do Arquivo Público, Jomar Nickerson de Almeida, a mostra “coloca Brasília no cenário nacional como patrimônio”. Em 2017, a capital federal comemora 30 anos que foi reconhecida como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Além disso, tem o objetivo de “fazer com que as pessoas conheçam como foi o nascimento do País e da cidade”, destaca Almeida.

Segundo o diretor de Documentação Histórica, da Presidência da República, Antônio Lessa, é a primeira vez que todas essas obras são expostas juntas. “Queremos proporcionar o contato da população com as peças, para uma reflexão histórica por meio desses documentos originais.”

Exposição Brasilis a Brasília — Desenvolvimento, Liberdade e Patriotismo
Abertura em 10 de maio, apenas para convidados
Visitação: de 11 a 31 de maio
No Palácio do Planalto — Salão Oeste
De terça a sexta-feira, das 10 às 12 horas, e das 14 às 17 horas
Sábado e domingo, das 10 às 16 horas
Visitas agendadas pelo site do Palácio do Planalto

Fonte: https://www.agenciabrasilia.df.gov.br/2017/05/10/arquivo-publico-participa-de-mostra-no-planalto-sobre-a-historia-do-brasil/ - 10/5/17

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página