Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Série “Estrutura da repressão da ditadura militar

DOI-CODI

Publicado: Terça, 05 de Setembro de 2017, 17h30 | Última atualização em Terça, 05 de Setembro de 2017, 17h33 | Acessos: 70

Durante a ditadura militar, além do Serviço Nacional de Informações (SNI) e dos serviços secretos das Forças Armadas (Centro de Informações do Exército – CIE, Centro de Segurança de Informações da Aeronáutica – CISA, e Centro de Informações da Marinha – CENIMAR), outros órgãos davam sustentação ao sistema repressivo, como a Polícia Federal, e no âmbito estadual, as Delegacias de Ordem Política e Social (DOPS). Em julho de 1969, em São Paulo, a Operação Bandeirantes (Oban) surgiu para concentrar as ações repressivas no comando do Exército. Essa estrutura foi extinta em 1970, para dar lugar ao Centro de Operações de Defesa Interna (CODI) e ao Destacamento de Operações de Informações (DOI) instalados nas principais capitais do país. Conhecidos à época pela sigla DOI-CODI, foram os locais por onde passaram milhares presos e onde ocorreu a maioria dos casos de execuções e desaparecimentos forçados de opositores ao regime.

Os documentos dos DOI-CODI até hoje não foram localizados. Abaixo, um dos raros documentos do DOI-CODI do II Exército-São Paulo, presente no acervo do Serviço Nacional de Informações, que registra a estatística de entrada de presos no mês de dezembro de 1974, chamando atenção a coluna “mortos até novembro de 1974”.

 

Referência: Serviço Nacional de Informações, BR DFANBSB V8.ASP_ACE_2750_80_001

Por: Equipe de Acesso e Difusão do Acervo 
        Coordenação Regional do Distrito Federal-COREG

 


 

ASCOM
Assessoria de Comunicação Social

Para consultar o acervo do Arquivo Nacional, acesse: 
http://www.arquivonacional.gov.br/consulta-ao-acervo/sian-sistema-de-informacoes.html

Visite nossas redes sociais:
Twitter - https://twitter.com/ArquivoBrasil
Facebook - https://www.facebook.com/arquivonacionalbrasil
Pinterest - https://br.pinterest.com/arquivonacional
Instagram - https://www.instagram.com/arquivonacionalbrasil
YouTube - https://www.youtube.com/channel/UCcB7XUfJLfmtXx5KRKWAwCg
SoundCloud - https://soundcloud.com/arquivo-nacional
Flickr - https://www.flickr.com/photos/arquivonacionalbrasil/

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página