Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Serviços ao Governo

Bases de Dados

Publicado: Terça, 01 de Novembro de 2016, 09h59 | Última atualização em Terça, 11 de Julho de 2017, 13h04 | Acessos: 33143

SIAN

SIAN

O Sistema de Informações do Arquivo Nacional – SIAN é a principal base de dados da instituição.Nele é possível ainda localizar documentos por meio da “Pesquisa Livre”, que possibilita a busca de uma palavra em todos os campos da descrição, ou pela “Pesquisa Avançada”, quando o consulente pode restringir a sua busca por assunto, datas, local de produção, entre outros.
Acervo Judiciário

Acervo Judiciário

Esta base de dados reúne os documentos judiciais provenientes de diversos órgãos do Poder Judiciário, englobando processos de habilitação para casamento, processos referentes a registros de nascimento, casamento e óbito, processos cíveis e comerciais pertencentes às Varas Cíveis, Varas Comerciais, Pretorias do Rio de Janeiro e Tribunais Superiores, bem como, processos das antigas coleções formada ao longo dos anos no Arquivo Nacional, como: Escravos, Terras, Inventários e Titulares.
Entrada de Estrangeiros no Brasil

Entrada de Estrangeiros no Brasil

Para recuperar a história dos grupos migratórios que participaram na formação da sociedade brasileira contemporânea, o Arquivo Nacional e a Associação Cultural do Arquivo Nacional, com o apoio do BNDES, iniciaram em outubro de 2008 o projeto "Entrada de Estrangeiros no Brasil: As relações de passageiros desembarcados no porto do Rio de Janeiro". O resultado dessa parceria é uma base de dados que hoje conta com informações de mais de duzentos mil imigrantes do período de 1875 a 1910.
Família Ferrez

Família Ferrez

A base de dados Família Ferrez contem informações sobre o acervo documental de cerca de 40 mil itens acumulados e preservados ao longo de mais de 150 anos. Inclui os arquivos pessoais de Gilberto Ferrez, do seu pai, tio e avô, respectivamente, Júlio, Luciano e Marc Ferrez, além do arquivo da firma comercial que possuíam - Marc Ferrez & Filhos.
Memórias Reveladas

Memórias Reveladas

O banco de dados Memórias Reveladas reúne, de forma cooperativa, informações sobre o acervo arquivístico relacionado à repressão política no período 1964-1985, custodiado por diferentes entidades brasileiras. As informações, exibidas em até cinco níveis de detalhamento, acham-se em constante atualização. Proporciona um panorama do acervo disponível à consulta em diferentes pontos do país e permite acompanhar a inventariação das fontes documentais. À medida que o banco cresce em registros, as buscas temáticas, por nomes e/ou datas, favorecem o cruzamento e a confrontação de dados, assim como a identificação dos documentos que servem à reconstituição de fatos e processos. As imagens dos documentos, gradualmente associadas aos registros, tornam possível a visualização de cartas, processos, mapas, desenhos, fotografias, folhetos e panfletos
Movimentação de Portugueses no Brasil (1808 - 1842)

Movimentação de Portugueses no Brasil (1808 - 1842)

O Arquivo Nacional, com o apoio da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro - FAPERJ, disponibiliza para consulta a base de dados “Movimentação de Portugueses no Brasil (1808 - 1842)”. A base possui 64.194 registros e permite a busca das mais variadas informações, tais como: idade, estado civil, profissão, acompanhantes, locais de residência e moradia, destinos e características físicas.
História da Holanda e Holandeses no Brasil

História da Holanda e Holandeses no Brasil

O Guia de fontes para a história da Holanda e dos holandeses no Brasil é um projeto cooperativo multi-institucional, realizado com base no software ICA-AtoM. O projeto é também uma das atividades que os arquivos brasileiros desenvolvem no contexto do Common Cultural Heritage Programme [Programa de Patrimônio Culural Comum], que congrega Países Baixos e Brasil, além de África do Sul, Bélgica, Estados Unidos (estado de Nova Iorque), Gana, Índia, Indonésia, Rússia, Sri Lanka e Suriname, regiões que compartilham com os Países Baixos uma história e traços culturais comuns.
Ofício de Notas da Cidade do Rio de Janeiro

Ofício de Notas da Cidade do Rio de Janeiro

Os registros da base de dados Ofícios de Notas dizem respeito às fichas produzidas na década de 1970 pela antiga Seção do Poder Judiciário do Arquivo Nacional. Esse trabalho não abrange o 6º, 9º, 13º e 17º Ofício de Notas do Rio de Janeiro, pois não foram recolhidos a esta instituição.
Processos do Supremo Tribunal Federal, do Supremo Tribunal da Justiça e da Casa da Suplicação

Processos do Supremo Tribunal Federal, do Supremo Tribunal da Justiça e da Casa da Suplicação

Produto do acordo de cooperação celebrado entre o Supremo Tribunal Federal e o Arquivo Nacional em 2007, esta base de dados recupera documentos provenientes da Casa da Suplicação do Brasil, do Supremo Tribunal de Justiça e, finalmente, do Supremo Tribunal Federal. Todo este volume de informações está agora disponível na Internet, permitindo maior acesso a esses acervos e garantindo a recuperação rápida de informações valiosas para a compreensão da história da mais alta corte do País.
Biblioteca Maria Beatriz Nascimento

Biblioteca Maria Beatriz Nascimento

A Biblioteca do Arquivo Nacional foi criada pelo regulamento do Arquivo do Império, anexo ao decreto 6164 de 24 de março de 1876 que estabeleceu em seu artigo 8° que: "Haverá no Archivo Publico uma Bibliotheca, a qual, além da collecção impressa da legislação pátria, conterá obras sobre direito publico, administração, historia e geographia do Brazil. De todas as obras que sobre taes assumptos se imprimirem na Typograhia Nacional, o Administrador desta remetterá um exemplar á Bibliotheca do Archivo."
SECOM

SECOM

Base de Dados contendo informações dos processos recolhidos como Ministério da Justiça e dos Negócios Interiores /MJNI(4T) referentes os anos de 1940 e 1959, custodiados pela CODES/Executivo, atualmente denominado Serviço de Comunicações / SECOM(VV) . Os processos desta mesma origem referentes aos anos de 1933 a 1939 ainda se encontram sob sua denominação original(4T) e também sob custódia desta CODES/Executivo. Os processos desta mesma origem referentes aos anos de 1960 a 1974 encontram-se custodiados pela COREG(BSB), e em ambos os casos não contemplados nesta base

Fim do conteúdo da página