Correio da Manhã

10 correio manha

O acervo do Correio da Manhã – jornal matutino diário, editado na cidade do Rio de Janeiro de 1901 a 1974 – foi adquirido por Fernando Gasparian em leilão de 1975, que o doou ao Arquivo Nacional em 1982. A documentação cobre o período de administração de três diretores – Paulo Bittencourt, Niomar Moniz e Maurício Nunes de Alencar – e reúne recortes de jornais, manuscritos, ampliações e negativos fotográficos de vários formatos, charges, ilustrações, cartazes, cartões-postais e desenhos originais, mapas rodoviários.

Destes, a parcela mais consultada são as 1.014.120 fotos, organizadas em 47.693 dossiês temáticos, cujas descrições estão disponíveis no Sistema de Informações do Arquivo Nacional – SIAN.

O acesso às fotografias é realizado de maneira presencial, mediante o acesso aos representantes digitais ou aos originais ainda não digitalizados. Já se encontram disponíveis para acesso imediato 113.692 arquivos digitais, integrantes de 4.247 dossiês. O acesso a originais precisa ser agendado com um mínimo de quatro dias de antecedência.

Reproduções podem ser solicitadas conforme as normas vigentes, que incluem a assinatura, em duas vias, de termo de responsabilidade pelo uso da imagem, no qual está explícita a proibição de repasse das reproduções a terceiros.

Para solicitar cópia do documento localizado, para maiores informações ou mesmo para dirimir dúvidas, entre em contato com a Equipe de Atendimento a Distância ou ainda com a Equipe de Atendimento Presencial na sede do Arquivo Nacional, no Rio de Janeiro ou na regional, em Brasília.

Atendimento a Distância (RJ):
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Telefone: (21) 2179-1257

Atendimento Presencial (RJ):
Endereço: Praça da República, 173, Centro – Rio de Janeiro (RJ)
Horário de consulta aos documentos iconográficos de 10h às 16h.

 

ascom
22 de novembro de 2016

Tags: Acervo, Correio da Manhã