Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > AN e APAE certificam profissionais com deficiência intelectual e múltipla
Início do conteúdo da página
Certificação Profissional

AN e APAE certificam profissionais com deficiência intelectual e múltipla

Escrito por Mirian Lopes Cardia | Publicado: Terça, 03 de Abril de 2018, 16h03 | Última atualização em Terça, 03 de Abril de 2018, 16h29
Brasília, 03/04/18 – Em evento solene no salão Negro do Ministério da Justiça (MJ), o Arquivo Nacional (AN), do MJ, e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) celebraram hoje a certificação de 65 profissionais do Curso de Capacitação em Conservação Preventiva de Acervos Documentais, entre aprendizes, instrutores e professoras. O ministro da casa, Torquato Jardim, entregou pessoalmente os diplomas aos formandos e deu o tom da certificação: “É uma celebração da certeza e da esperança. É um gesto, dos professores e dos instrutores, de superação de si próprio na educação e na oferta de um futuro novo aos recém-diplomados. Esta é a função essencial da sociedade civil em parceria com o Estado, prover melhor oportunidades a todos”.

A diretora do Arquivo Nacional, no discurso do evento, falou: “Diferente de projetos assistenciais, este apresenta resultados fáticos e palpáveis. Hoje certificamos 65 pessoas das quais 53 profissionais já estão exercendo as atividades desenvolvidas e aprimoradas no Arquivo Nacional, em 09 órgãos da Administração pública (AGU, Câmara dos Deputados, INEP, MJ, MRE, Senado Federal, STF, STJ e TSE), contando inclusive com profissionais que passaram de dependentes a arrimos de família”.

Os profissionais que foram qualificados com a chancela do Arquivo Nacional em Brasília ganham salários entre R$1030,00 à R$1986,00, dependendo da carga horária cumprida, que pode ser de 4h, 6h ou 8h diárias. O orador da turma de formandos, Antônio Augusto de Souza Filho, ressaltou em seu discurso: "Hoje sabemos o significado e a importância da boa formação profissional. O conhecimento que adquirimos nunca será tirado de nós".
 
Cerimônia de entrega dos certificados realizada no Salão Negro do Ministério da Justiça, com a presença do Ministro da Justiça, Torquato Jardim, da Diretora-Geral do Arquivo Nacional, Carolina Chaves, e da Presidente da APAE-DF, Diva Marinho.
 
A ação

A ação é uma iniciativa que visa a inclusão social de pessoas com deficiência intelectual e múltipla que necessitam de auxílio para a inserção e permanência no mercado de trabalho apoiado. A parceria técnica começou em julho de 2008 e a execução do acordo não envolve repasse de recursos financeiros entre as partes.

O objetivo do programa é oferecer qualificação profissional, na área de higienização de documentos arquivísticos, para aprendizes com deficiência intelectual e múltipla. O programa também qualifica professores e instrutores para o acompanhamento continuado dos aprendizes.
 
 
registrado em:
Fim do conteúdo da página