Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Transformando a ameaça COVID-19 em uma oportunidade para maior apoio ao patrimônio documental
Início do conteúdo da página

Transformando a ameaça COVID-19 em uma oportunidade para maior apoio ao patrimônio documental

Escrito por Tassia Verissimo | Publicado: Sexta, 24 de Abril de 2020, 16h58 | Última atualização em Sexta, 24 de Abril de 2020, 16h59

Em relação à declaração adotada pela ALA e emitida pela Unesco em conjunto com várias organizações mundiais sobre a proteção da cultura e da memória da humanidade, como ICA, ICOM, IFLA, ICCROM, entre outras, nos convoca a  pronunciar, sensibilizar e trabalhar em conjunto no resgate, preservação e disponibilidade e acesso aos diversos registros oficiais relativos à pandemia do COVID-19.

A partir dos arquivos e de nossos territórios, temos que pensar criticamente sobre as possibilidades e oportunidades que a atual situação mundial da saúde nos oferece.

A partir dos quatro pontos enunciados na Declaração:

  1. Cooperação nacional e internacional na preservação do patrimônio mundial
  2. Convocar os estados a aumentar o investimento em preservação e acesso ao patrimônio documental
  3. A importância das instituições de memória (museus, bibliotecas e arquivos) é acessível a pesquisadores, formuladores de políticas (FP), cientistas, mídia e comunidade em geral.
  4. Incentive os responsáveis ​​pelas políticas públicas e a comunidade científica a valorizar o trabalho dos funcionários por trás dessas instituições de memória, como guardiões de informações confiáveis ​​e de qualidade.

Como comunidade Arquivística, convocamos vocês a trabalhar e participar ativamente dos processos de mudanças que temos que enfrentar como arquivistas.

  1. Apoiar e fornecer conhecimento técnico, entre outros, aos comitês nacionais e regionais do programa Memória do Mundo (MOW).
  2. Construir alianças estratégicas entre o Estado, instituições e a comunidade em geral, que permitam o fortalecimento do trabalho de resgate, preservação e acesso à informação.
  3. Fortalecer e aumentar o trabalho sobre nossos ativos históricos, disponibilizando-os ao público por meio de catálogos padronizados, além de enfatizar a redução da brecha entre o trabalho técnico e as possibilidades de trabalho e inovação que a transformação digital nos proporciona. preservação, transparência e acesso à informação.
  4. Posicione os Arquivos destacando a utilidade de nossas instituições de memória como tendo informações confiáveis ​​para a construção da memória do mundo em todas as suas manifestações, incluindo pandemias e a resposta do mundo a elas.

Portanto, é essencial garantir a existência de um registro completo da pandemia do COVID-19, para que possamos evitar outro surto dessa natureza ou gerenciar melhor o impacto desses eventos globais na sociedade no futuro.


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons Atribuição-Sem Derivações 3.0 Não Adaptada (CC BY-ND 3.0)

registrado em:
Fim do conteúdo da página