Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Arquivo Nacional apresenta resultados de 2019 em balanço do MJSP
Início do conteúdo da página

Arquivo Nacional apresenta resultados de 2019 em balanço do MJSP

Escrito por José Márcio Batista Rangel | Publicado: Segunda, 16 de Dezembro de 2019, 23h38 | Última atualização em Terça, 17 de Dezembro de 2019, 13h45

A Diretora-Geral do Arquivo Nacional, Neide De Sordi, participou, em 12 de dezembro, do evento “Balanço 2019” do Ministério da Justiça e Segurança Pública – MJSP, em Brasília (DF), e apresentou as principais realizações do Arquivo Nacional ao longo deste ano. No evento, o ministro Sergio Moro reuniu todas as áreas da pasta para apresentarem um resumo das atividades desenvolvidas no período. Segundo Neide De Sordi, o evento objetivou prestar contas à sociedade sobre as ações desenvolvidas no âmbito do MJSP, e foi possível observar a integração existente entre os órgãos do ministério e o papel cada vez mais relevante ocupado pelo AN (veja a página com o Balanço 2019 completo no site do MJSP).

Entre as ações no âmbito do Sistema de Gestão de Documentos e Arquivos – Siga, a diretora-geral destacou a formulação da Política de Gestão de Documentos e Arquivos do Poder Executivo Federal, a ser publicada por meio de decreto em 2020, bem como a elaboração de instrumento de diagnóstico da gestão de documentos nos órgãos e entidades da administração pública federal, e o início do desenvolvimento de um sistema de governança do Siga.

Além disso, informou, em sua apresentação, que o Arquivo Nacional estabeleceu importantes parcerias para aprimoramento da sua atuação como órgão central do sistema. O Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada – Ipea apoiará na construção de cenários prospectivos para o Siga; a Universidade Federal Fluminense – UFF atuará no desenvolvimento de ações de capacitação para os órgãos e entidades, nas modalidades de educação a distância ou semipresencial; e o Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia – Ibict auxiliará na implantação de solução tecnológica para recolhimento de documentos dos sistemas de negócios de cada instituição ao repositório digital confiável do Arquivo Nacional.

Neide De Sordi também apontou a realização do projeto de prevenção e combate a incêndios, com recursos do Fundo de Direitos Difusos do MJSP, de forma a priorizar a segurança do patrimônio documental, além do início do desenvolvimento do novo Sistema de Informações do Arquivo Nacional - Sian e do estabelecimento de parcerias para ampliação da disponibilização on-line de acervos prioritários. Como exemplo dessas parcerias, citou o acordo de cooperação com a organização FamilySearch, que visa ao tratamento, digitalização e disponibilização, no Sian, de mais de 6 milhões de documentos de alguns dos acervos mais consultados no Arquivo Nacional, relacionados a registros civis, processos de naturalização e prontuários de estrangeiros. 

Foram apresentados também os resultados de alguns indicadores do Arquivo Nacional em 2019. De janeiro a novembro, foram capacitados 259 servidores em gestão de documentos, e foi autorizada a eliminação de 38.605 metros lineares de documentos (aproximadamente 270 milhões de documentos) de órgãos e entidades do Siga, o que equivale a um aumento de, respectivamente, 13,1% e 131,0% em comparação com o mesmo período do ano passado.

 

 

                        * Dados de janeiro a novembro de 2019

 

Neste ano, as bases de dados de consulta ao acervo do Arquivo Nacional alcançaram 9.398.199 de acessos, e foram digitalizados 632.102 documentos para disponibilização on-line no Sian, representando um aumento de, respectivamente, 28,9% e 250,2% em relação ao período de janeiro a novembro de 2018.

  

                        * Dados de janeiro a novembro de 2019

 

 

 Colaboração: Assessoria de Planejamento e Modernização do AN.


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons Atribuição-Sem Derivações 3.0 Não Adaptada (CC BY-ND 3.0)

registrado em:
Fim do conteúdo da página