Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Coreg finaliza restauração de obras de arte da Presidência
Início do conteúdo da página

Coreg finaliza restauração de obras de arte da Presidência

Escrito por Tassia Verissimo | Publicado: Terça, 12 de Novembro de 2019, 14h25 | Última atualização em Terça, 12 de Novembro de 2019, 14h25

A Equipe de Preservação da Coordenação Regional do Arquivo Nacional no Distrito Federal (Coreg)  entregou à Presidência da República, em 5 de novembro, as obras de arte de seu acervo que foram restauradas pelo Arquivo Nacional.

Receberam oficialmente as obras: o diretor-adjunto da Diretoria de Documentação Histórica, Erick Moltinho Borges, e a assessora de Gabinete, Gisele Vezu. Eles foram recepcionados pela coordenadora regional Mariana Rodrigues Carrijo, que os conduziu para conferirem o resultado final das ações da Equipe de Preservação.

Foram restauradas, no total, seis peças do acervo da Diretoria de Documentação Histórica da Presidência da República. Destacam-se neste conjunto três obras de autoria da renomada artista Maria Bonomi. São as xilogravuras “Mar dos Apoios”, “Muro, Muralha, Passo” e “Caminhos em Corpo Teu”, todas com data de criação de 1975.

A restauração

As obras apresentavam acentuado desgaste por conta do uso de moldura inadequada e manuseio em exposições. Apresentavam deterioração por estarem coladas nas extremidades do chassi da moldura, muitas sujidades, danos por acidez, rasgos e manchas d’água.

As peças foram retiradas de sua moldura e passaram por tratamento aquoso. Receberam uma reserva alcalina, o que aumenta seu índice de preservação. Após estes procedimentos, foi realizada a velatura para reforço do suporte. O processo de restauração envolveu, desde o inicio, uma logística completamente atípica do habitual: foi montada uma cuba de tamanho especial para o tratamento aquoso, pois três das obras são em grande formato, e o procedimento seria inviabilizado sem tal estrutura para o banho de desacidificação. Outro desafio a ser vencido foi o tipo de suporte das xilogravuras da artista Maria Bonomi, “todas foram feitas em papel arroz, que é um papel extremamente frágil, com fibras muito curtas e difíceis de trabalhar, o que exigiu uma atenção redobrada para garantir o sucesso do restauro” – comentaram os servidores Antônio Edson e Maria Marça, que planejaram e executaram as ações de restauração.

Confira a seguir dados das obras restauradas e o “Antes/Depois” de algumas peças.

 Obra Mar dos Apoios de Maria Bonomi

                               

Obra O Retrato (Série Romeu e Julieta) de Zoravia Bettiol

                                                                                

Obra Leiden des Jungen Wherters de Von Goethe

                                                                                


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons Atribuição-Sem Derivações 3.0 Não Adaptada (CC BY-ND 3.0)

registrado em:
Fim do conteúdo da página