Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Participação do Arquivo Nacional na Bienal do Livro do Rio de Janeiro
Início do conteúdo da página

Participação do Arquivo Nacional na Bienal do Livro do Rio de Janeiro

Escrito por Tassia Verissimo | Publicado: Quarta, 11 de Setembro de 2019, 17h59 | Última atualização em Quarta, 11 de Setembro de 2019, 18h05

No período de 30 de agosto a 08 de setembro aconteceu, no Riocentro, a XIX Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro. O Arquivo Nacional esteve presente participando com mais 31 editoras no estande coletivo da Associação Brasileira de Editoras Universitárias - ABEU.
Durante a Bienal foram realizados eventos de lançamentos das últimas publicações impressas do Arquivo Nacional. No dia 31 de agosto foi lançado o livro A Arquivologia Brasileira: busca por autonomia científica no campo da informação e interlocuções internacionais – 2ª edição ampliada e corrigida, de Angélica Alves da Cunha Marques. Já no dia 07 de setembro foi lançada a publicação vencedora em primeiro lugar do no Prêmio Arquivo Nacional de Pesquisa 2017: Exílios meridionais: o degredo na formação da Fronteira Sul da América Portuguesa (Colônia do Sacramento, Rio Grande de São Pedro e Ilha de Santa Catarina, 1680-1810), de Aluísio Gomes Lessa. Segundo Aluísio Lessa, o livro fala sobre os degredados enviados para a fronteira meridional da América Portuguesa no século XVIII. Em suas palavras: ”Ao começar a me interessar pelo período colonial, os fluxos migratórios, a questão de a criminalidade ser punida não com o encarceramento, mas sim com o povoamento, chamaram a minha atenção”. “Percebi que o tema ainda era pouco explorado”. “Consegui uma importante documentação no Arquivo Nacional sobre o assunto”.
Neste mesmo dia também foram lançadas quatro edições da Revista Acervo, periódico científico quadrimestral publicado pelo Arquivo Nacional que tem por objetivo divulgar estudos e fontes nas áreas de ciências humanas e sociais aplicadas, especialmente história e arquivologia. Presente no lançamento, o editor científico da Acervo, o servidor Thiago Mourelle, destacou a importância da exposição das recentes edições da Revista na Bienal, pois se trata de evento com um grande fluxo de pessoas, aumentando assim a divulgação do periódico.
Para a coordenadora de Pesquisa, Educação e Difusão do Acervo, a servidora Leticia Grativol, a participação do Arquivo Nacional no principal evento do mercado literário contribui para ampliação da visibilidade do programa editorial da instituição. Além disso, Leticia destaca a importância das ações de difusão para o incentivo à produção de conhecimento científico.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página