Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Série Mulheres e o Arquivo: Leila Diniz
Início do conteúdo da página

Série Mulheres e o Arquivo: Leila Diniz

Escrito por Tassia Verissimo | Publicado: Quarta, 24 de Abril de 2019, 16h13 | Última atualização em Quarta, 24 de Abril de 2019, 16h30

A atriz Leila Diniz é a figura em destaque da série "Mulheres e o Arquivo" desta semana. A série é uma iniciativa do Arquivo Nacional que traz aos seus leitores o perfil de personalidades femininas com trajetórias de vida marcantes, bem como os itens documentais que fazem parte do acervo da instituição.

Leila Diniz nasceu em 25 de março de 1945, em Niterói, mas se consagrou como parte da cultura carioca. Ela iniciou sua vida profissional no magistério básico, na educação infantil. A partir daí teve os primeiros contatos com o mundo artístico, participando de filmes, peças teatrais e telenovelas.
De personalidade forte, mulher de ideias e de atitudes independentes, Leila Diniz foi considerada vanguardista e com um senso de liberdade muito à frente de seu tempo, tendo sua postura criticada por adeptos de diferentes visões de mundo.

Sua carreira se desdobrou entre os anos de 1960 e 1970, mas foi fora dos palcos e das telas que seus conceitos sobre a vida da mulher e sobre a liberdade tiveram grande repercussão. O fato de ter exposto a barriga de grávida ao usar biquíni na praia e a famosa entrevista que concedeu ao "Pasquim", no ano de 1969, geraram grande alvoroço e reações por conta das convenções e regras sociais então vigentes. Essa entrevista  foi recordista de vendas e provocou como resposta governamental a censura prévia na imprensa brasileira, no episódio que ficou conhecido como “Decreto Leila Diniz”.

A atriz faleceu precocemente, aos 27 anos de idade, em um desastre de avião ocorrido em Nova Délhi, Índia, em 1972.


O Arquivo Nacional possui em seu acervo belas imagens da vida e da carreira artística de Leila Diniz. A fotografia publicada nesta matéria ilustra também o verbete da atriz na Wikipédia e é um item documental que está sob a guarda da instituição.

Na imagem, Leila Diniz em maio de 1971. Arquivo Nacional. Fundo Correio da Manhã. BR_RJANRIO_PH_0_FOT_16597_050.

registrado em:
Fim do conteúdo da página