Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Série Brasil Republicano: A energia nuclear brasileira
Início do conteúdo da página

Série Brasil Republicano: A energia nuclear brasileira

Escrito por Tassia Verissimo | Publicado: Terça, 09 de Abril de 2019, 15h35 | Última atualização em Quarta, 10 de Abril de 2019, 15h35
O site Que República é essa?, que integra o portal do Arquivo Nacional, apresenta textos e imagens sobre o Brasil Republicano sempre a partir de um tema específico, redigido por um(a) pesquisador(a) convidado(a) ou integrante da equipe do Arquivo Nacional. O site busca enfatizar aspectos menos debatidos ou eventos pouco difundidos deste período da história brasileira. Com o objetivo de discutir temas que até hoje reverberam na sociedade brasileira contemporânea, Que República é essa? possui uma seção principal e outras cinco específicas. Para contribuir com a divulgação deste trabalho, o portal do Arquivo Nacional publicará às terças-feiras a Série Brasil Republicano, com base no material produzido para o site.

Na seção Assista um filme do site Brasil Republicano é apresentado o acervo filmográfico do Arquivo Nacional, que conta com filmes, propagandas, programas de TV, filmes institucionais, entre outros. Em abril, o destaque é um filme de Jean Manzon para a Comissão Nacional de Energia Nuclear, sobre as vantagens que a pesquisa neste campo poderia trazer para o país.

O filme de Jean Manzon, pertencente ao fundo Comissão Nacional de Energia Nuclear e realizado muito antes da construção de qualquer usina em solo nacional, chama a atenção justamente para as reservas de areia monazítica no Espírito Santo, que primeiro chamou a atenção daqueles que, na época, discutiam a energia nuclear no Brasil.Também é salientado que o primeiro reator em solo brasileiro é utilizado para pesquisas na área nuclear, pesquisas estas que buscam apenas aplicações nas áreas médica e agro-industrial.

Leia a matéria completa e assista ao filme aqui.
 
 
registrado em:
Fim do conteúdo da página