Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Você conhece o Mensário do Arquivo Nacional?
Início do conteúdo da página

Você conhece o Mensário do Arquivo Nacional?

Escrito por Camila Souza | Publicado: Terça, 22 de Janeiro de 2019, 16h00 | Última atualização em Quinta, 24 de Janeiro de 2019, 16h29

Esse boletim, lançado em 1970, era uma ferramenta de comunicação do Arquivo Nacional em que divulgava mensalmente as atividades desenvolvidas no órgão, bem como se destinava à difusão do acervo da instituição.

A publicação possuía leitores ilustres. Carlos Drummond de Andrade, por exemplo, fez uma homenagem ao Arquivo Nacional em maio de 1972. Em sua coluna no “Jornal do Brasil,” Drummond escreveu uma crônica intitulada “O Arquivo & Maria” que teve como mote disparador o fato de ter recebido do carteiro o MAN – Mensário do Arquivo Nacional.

Assim Carlos Drummond iniciou o tributo: “Todo santo mês, recebo com agrado o folheto que o carteiro me traz. É o MAN, boletim do Arquivo Nacional. Raul Lima, diretor do órgão, conseguiu esta coisa surpreendente: leitores para uma publicação oficial.”

O texto foi publicado no “Jornal do Brasil”, dia 27 de maio de 1972. Leia a crônica na íntegra aqui.

O periódico foi editado até 1982, sendo sucedido pela Revista Acervo lançada em 1986. Na apresentação de sua primeira edição, a Revista Acervo trazia como um dos seus propósitos a substituição ao Mensário: “A revista que ora lançamos substitui, de certo modo, o Mensário do Arquivo Nacional (MAN.), publicação que durou de 1970 a 1982. Com Acervo pretendemos não apenas lançar mais um título, mas dotar o Arquivo Nacional de um instrumento ágil na divulgação de suas reais atribuições: recolher os documentos da administração pública federal, funcionar como veículo de modernização institucional, à cabeça do Sistema Nacional de Arquivos (Sitiar), além de atender aos pesquisadores na busca dos registros que reconstituem a história brasileira. “ Leia a edição completa aqui

A coleção completa do “Mensário do Arquivo Nacional” (1970-1982) está disponível na hemeroteca digital da Biblioteca Nacional. Clique aqui para acessar.

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página