Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Saiba como foi a quarta-feira no Festival Arquivo em Cartaz
Início do conteúdo da página

Saiba como foi a quarta-feira no Festival Arquivo em Cartaz

Escrito por Tassia Verissimo | Publicado: Quinta, 13 de Dezembro de 2018, 15h32 | Última atualização em Quinta, 13 de Dezembro de 2018, 15h39

A programação desta quarta-feira, 12 de dezembro, do Arquivo em Cartaz – Festival Internacional de Cinema de Arquivo teve início com o debate “Bossa Nova e Memória” realizado no miniauditório da instituição e cuja cobertura está disponível aqui.

No mesmo horário também ocorreu uma edição especial do “Arquivo Faz Escola” com a exibição do documentário “Uma noite em 67”, que fala sobre a final do III Festival da Música Popular Brasileira. O “Arquivo Faz Escola” é uma atividade mensal realizada pela Equipe de Educação em Arquivos que recebe estudantes para exibição de documentários e debates. Confira a cobertura aqui.

Na parte da tarde aconteceu no auditório principal do Arquivo Nacional, às 14 horas, a exibição do programa “Os 90 anos de Tom Jobim”, dentro da Mostra Arquivo N. Leia mais sobre a mostra que traz vídeos do programa Arquivo N, da GloboNews, aqui.

Em seguida à mostra Arquivo N, teve início a Mostra Competitiva. Foram exibidos seis filmes de curta metragem em sequência. Os  curtas selecionados foram: “Le bonheur absolu” (7 min, 2017, França), “Um jardim singular” (15 min, 2017, Brasil), “Os motivos de Reinaldo” (9 min, 2018, Portugal), “Minha avó é uma fotografia” (16 min, 2018, Brasil) e “Mating Games” (8 min, 2017, Estados Unidos).

A mostra competitiva teve sequência com a exibição do longa metragem chileno “Robar a Rodin”. Com direção de Cristóbal Valenzuela Berríos, o documentário conta a história do roubo, em 2005, de uma escultura milionária de Auguste Rodin do Museu Nacional de Belas Artes do Chile. No dia seguinte, um estudante de arte devolve a peça desaparecida, alegando que o roubo fazia parte de um projeto artístico. Anos depois, o episódio é reconstruído através de relatos de advogados, artistas, críticos de arte e, até mesmo, do "criminoso" confesso.

O segundo longa metragem exibido em competição foi o documentário brasileiro “O Desmonte do Monte”, com direção de Fernando Weller. “O Desmonte do Monte” aborda a história do Morro do Castelo, no Rio de Janeiro, seu desmonte e arrastamento. Conhecido como "Colina Sagrada", o Morro do Castelo foi escolhido pelos colonizadores portugueses para ser o local das primeiras moradias e fundação da cidade do Rio de Janeiro. Apesar de sua importância histórica e arquitetônica, foi destruído por reformas urbanísticas com o intuito de "higienizar" a cidade e também de promover a especulação imobiliária.

A programação do dia foi encerrada com a Mostra Cinema no Pátio, que exibiu a produção nacional “Erlon Chaves: O Maestro do Veneno!”, com direção de Alessandro Gamo. O filme traz a história do garoto prodígio das Rádios Associadas que se tornou um dos mais requisitados e modernos arranjadores do Brasil, além de criador da Banda Veneno. Erlon Chaves influenciou a música brasileira do Samba-Jazz ao Samba-Rock.

No Cine Arte UFF, da Universidade Federal Fluminense, ocorreu às 16h30 a Retrospectiva – Mostra Competitiva, com exibição do filme “Menino 23: Infâncias perdidas no Brasil”. A produção nacional foi dirigida por Belisário Franca e acompanha a investigação do historiador Sidney Aguilar e a descoberta de um fato assustador: durante os anos 1930, 50 meninos negros e mulatos foram levados de um orfanato no Rio de Janeiro para uma fazenda no interior de São Paulo onde tijolos com suásticas nazistas foram encontrados.

A entrada do festival Arquivo em Cartaz é gratuita. Endereços: Centro de Artes UFF - Rua Miguel de Frias, 9 - Icaraí, Niterói – RJ Telefone: (21) 3674-7515 | Arquivo Nacional - Praça da República, 173 – Centro Telefone: (21) 2179-1228 | Em caso de chuva as sessões ao ar livre serão exibidas no auditório do Arquivo Nacional. Confira a programação completa aqui.

 


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons Atribuição-Sem Derivações 3.0 Não Adaptada (CC BY-ND 3.0)

registrado em:
Fim do conteúdo da página