Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Obras de Bonomi estão sendo restauradas no Arquivo Nacional em Brasília
Início do conteúdo da página

Obras de Bonomi estão sendo restauradas no Arquivo Nacional em Brasília

Escrito por Tassia Verissimo | Publicado: Quarta, 28 de Novembro de 2018, 15h31 | Última atualização em Quarta, 28 de Novembro de 2018, 15h35
Três obras da renomada artista Maria Bonomi estão sendo restauradas no Arquivo Nacional em Brasília. As xilogravuras são parte do acervo da Presidência da República. As obras são: “Mar dos Apoios”, “Muro, muralha, passo” e “Caminhos em corpo tem”. Todas com data de criação de 1975.
 
A restauração
A equipe da Preservação da Coordenação Regional do Arquivo Nacional no Distrito Federal estudou as obras para entender a melhor forma de restauração. As xilogravuras estavam empoeiradas, com foxing (uma espécie de manchas escuras que são frequentes em materiais antigos) e com algumas fissuras. Para o processo de restauração foi necessária a criação de uma grande bacia retangular, com mais de dois metros de comprimento por um metro de largura, confeccionada em vidro e polionda. A criação deste utensílio durou 20 dias de trabalho.
 
As obras foram retiradas da moldura e estão passando por banho de água, para a retirada de sujeiras superficiais, e banho com hidróxido de cálcio, para elevar o pH (pois pH baixo favorece o surgimento de estragos). Após este processo aquoso será feita a velatura com papel japonês para reforçar o suporte fragilizado que está com rasgos. “Como a obra foi confeccionada em papel arroz, que é muito frágil, temos que ter um cuidado redobrado na restauração para preservá-la e garantir o sucesso do processo” comentou Antônio Edson, um dos servidores que está restaurando as xilogravuras.
 
Maria Bonomi
Maria Bonomi é uma renomada artista plástica ítalo-brasileira que trabalha como gravadora, escultora, pintora, muralista, curadora, figurinista, cenógrafa e professora. Nascida na Itália em 1935, de pai italiano e mãe brasileira, Maria Bonomi chegou ao Brasil em 1945, em decorrência da II Guerra MundialOptou pela nacionalidade brasileira em 1953. Formou-se em desenho na Universidade de Columbia, Nova York, em 1956, tornando-se artista plástica. Toda a trajetória de Bonomi é marcada peldestaque pessoal com as artes. Participou da 36ª Bienal de Veneza, 1972; da 2ª Bienal de Havana (Cuba), 1986; da 11ª Bienal Ibero Americana de Arte-Litografia del Fin de Siglo a 200 Años de su Invención, no Museo del Palacio de Bellas Artes na Cidade do México, 1998. No Brasil tem participado frequentemente de exposições em São Paulo e no Rio de Janeiro.
 
Texto: Eline Caldas/ Coordenação Regional no Distrito Federal.
registrado em:
Fim do conteúdo da página