Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Documentos musicais é tema do Arquivo em Prosa
Início do conteúdo da página

Documentos musicais é tema do Arquivo em Prosa

Escrito por Bruna Barcelos | Publicado: Quarta, 29 de Agosto de 2018, 18h19 | Última atualização em Quinta, 30 de Agosto de 2018, 17h47

O Arquivo Nacional promoveu no auditório principal de sua sede, no Rio de Janeiro, na tarde desta quarta-feira, 29 de agosto, mais uma edição do Arquivo em Prosa, evento mensal promovido pela instituição com o intuito de debater temas do mundo da arquivologia e/ou pertinentes ao seu acervo. As palestras foram mediadas por Cadu Marconi, servidor do Arquivo Nacional, da Equipe de Processamento Técnico de Documentos Audiovisuais, Sonoros e Musicais da Coordenação de Documentos Audiovisuais e Cartográficos .

O tema desta edição foi “Documentos musicais: conceito e caminhos de pesquisa". O evento trouxe uma abordagem sobre uma discussão conceitual a respeito do gênero musical, apresentado como a Câmara Técnica de Documentos Audiovisuais, Iconográficos, Sonoros e Musicais o define, o seu enquadramento na Arquivística, e algumas questões fundamentais não só para este gênero, mas para os ditos "documentos especiais" como um todo. Além disso, foram abordados os caminhos de pesquisa nessa área - instituições, acervos e eventuais entraves à pesquisa -, mostrando a perspectiva do usuário dos arquivos interessado no tema, fazendo um recorte sobre o conceito de fonte musical e seu tratamento musicológico na pesquisa.

Os palestrantes convidados foram José Jarbas Pinheiro Ruas Junior, professor assistente na Universidade Federal do Tocantins na Licenciatura em Educação do Campo: Artes Visuais e Musica e Coordenador do curso de Licenciatura em Educação do Campo: Artes e Música – Tocantinópolis, e Thiago de Oliveira Vieira, arquivista do Arquivo Nacional e membro da Câmara Técnica de Documentos Audiovisuais, Iconográficos, Sonoros e Musicais do Conselho Nacional de Arquivos - CONARQ.

O arquivista Thiago de Oliveira Vieira discorreu sobre o recente tema “documentos musicais”, que surge no âmbito da Câmara Técnica do Conselho Nacional de Arquivos, criada em 2009 e somente implementada em 27 de maio de 2010. O servidor do Arquivo Nacional ressaltou, ainda, as grandes dificuldades encontradas em manter as práticas arquivísticas desses documentos como a gestão, a descrição e a preservação, por exemplo, nas instituições por ele pesquisadas.

O professor José Jarbas Pinheiro Ruas Junior fez uma abordagem sobre o conceito de fonte musical e de suas fases, a partir da teoria das três idades e como isso é pensado dentro do contexto da musicologia e sobre o tratamento musicológico na pesquisa.

O evento contou com transmissão ao vivo através da página do Arquivo Nacional no Facebook e a gravação pode ser conferida clicando aqui.

registrado em:
Fim do conteúdo da página