Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Chamada a colaboradores
Início do conteúdo da página

Chamada a colaboradores

Escrito por Mirian Lopes Cardia | Publicado: Quarta, 21 de Setembro de 2016, 06h05 | Última atualização em Terça, 08 de Maio de 2018, 19h22

O Arquivo Nacional e a História Luso-Brasileira Convida Especialistas a enviar resumo

O site O Arquivo Nacional e a História Luso-Brasileira convida especialistas a enviar um resumo de até dez linhas sobre os temas 'Café na colônia americana: 1790-1822' e 'Agricultura e Ilustração na América portuguesa', com uma proposta de texto e um minicurrículo para análise. Serão aceitos preferencialmente autores com mestrado e doutorado ou inscritos em programas de pós-graduação stricto sensu.

O texto será revisado e publicado em um prazo de três meses contados da data de sua aprovação. As propostas devem ser enviadas para colôEste endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo., até o dia 10 de outubro de 2016.

O site é uma iniciativa voltada à difusão do acervo da Instituição e incentivo à pesquisa e é publicado desde 2003. Com uma média de 140 mil visitas por ano, em mais de uma década abordou cerca de sessenta temas sempre a partir dos fundos e coleções do Arquivo Nacional: Revolução de 1817, Quilombos e revoltas de escravos; Marquês do Lavradio; Indumentária colonial; Conjuração em Minas Gerais; Sociedade do açúcar; Alimentação na América portuguesa, Impostos, contrabandos e revoltas, Grão-Pará e Maranhão, Práticas médicas, entre muitos outros.

Em 2010 foi organizada uma coletânea intitulada Temas luso-brasileiros no Arquivo Nacional.

Para cada seção são elaboradas ementas de documentos arquivísticos e efetuadas transcrições acompanhadas de verbetes direcionados à seção "sala de aula".

As seções são apresentadas por pesquisadores com um Comentário, sobre o tema, que inclui referências às ementas e às transcrições de documentos do AN, entre 10 e 20 mil caracteres com espaços, acompanhado de sugestões bibliográficas.

Seções

Café na colônia americana: 1790-1822

O comércio de importação e exportação de café envolvendo diversos portos e capitanias do Império ultramarino como Pará, Bahia, Rio de Janeiro e Caiena. O cultivo e a valorização do café no Rio de Janeiro visto a partir de processos de inventários post-mortem que listam sacas e pés de café, além de aparelhos de chá e café entre os bens. O registro de inventos para beneficiar o café nos processos da Junta do Comércio, Agricultura, Fábricas e Navegação, Determinações para o envio de arrobas de café remetidas anualmente do Brasil para Lisboa; A correspondência original dos governadores do Pará com a corte, do Ministério do Reino com a Bahia sobre a carga de gêneros e a troca de mercadorias em que figura o café, a circulação do produto, sua crescente importância.

Agricultura e Ilustração na América portuguesa

As ideias ilustradas luso-brasileiras incidiram concentradamente sobre as práticas agrícolas, a introdução de novas culturas, a exploração da natureza segundo padrões científicos que envolveriam a experiência e observação. A correspondência e as memórias iniciadas nos últimos anos do século XVIII e que se extende pelo período joanino trata do cultivo do bicho da seda e a cultura das amoreiras, e também da canela, pimenta, tabaco, linho cânhamo, de novas culturas e métodos de cultivo, da adaptação de espécimes exóticos e da importância da agricultura para a riqueza e desenvolvimento das regiões. Entre os principais fundos pode-se mencionar Vice-reinado, Coleção de memórias e outros documentos, Série Interior, Secretaria de Estado do Brasil e Conselho da Fazenda.

registrado em:
Fim do conteúdo da página