Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Relatório de pesquisa sobre qualidade no atendimento - Abril de 2018
Início do conteúdo da página

Relatório de pesquisa sobre qualidade no atendimento - Abril de 2018

Escrito por Claudio Giolito | Publicado: Terça, 08 de Maio de 2018, 13h04 | Última atualização em Quarta, 13 de Junho de 2018, 18h00

A Coordenação-Geral de Acesso e Difusão Documental – COACE, por intermédio de seu Núcleo de Estudos de Usuário da Coordenação de Consultas ao Acervo - COCAC, apresentam a publicação mensal "Relatório de Pesquisa sobre a Qualidade do Atendimento".

O período de realização da pesquisa cujos resultados ora se apresentam foi de 01 a 30 de abril de 2018. No atendimento presencial foram recebidos 157 questionários, distribuídos na recepção da Sala de Consultas da Sede. Na Unidade Regional do Arquivo Nacional no Distrito Federal, foram recebidos 6 questionários.O período de realização da pesquisa cujos resultados ora se apresentam foi de 01 a 30 de abril de 2018. No atendimento presencial foram recebidos 157 questionários, distribuídos na recepção da Sala de Consultas da Sede. Na Unidade Regional do Arquivo Nacional no Distrito Federal foram recebidos 06 questionários.Foi disponibilizado também formulário para preenchimento online pelos usuários de atendimento a distância, com retorno de 29 respostas.

                                                                           Pesquisa201804

 

Na sede, 85% dos usuários do atendimento presencial estavam pesquisando no Arquivo Nacional pela primeira vez; em Brasília, 33%. No atendimento a distância, 66% pesquisava pela primeira vez.

Na sede, dos usuários que responderam à pesquisa no atendimento presencial em abril, 25% tem pós-graduação, 52% tem nível superior, 21% ensino médio e 2% ensino fundamental; no Distrito Federal, 83% tem pós-graduação e 17% nível. No atendimento a distância, 52% pós-graduação, 27% tem nível superior e 21% ensino médio.  

Dentre os temas, a maior incidência no atendimento presencial da Sede foi a pesquisa de Estrangeiros (47,5%), seguida da pesquisa de Registro Civil (31,7%). No atendimento a distância a maior demanda foi sobre Estrangeiros (67,6%), seguida do Dentre os temas, a maior incidência no atendimento presencial da Sede foi a pesquisa de Estrangeiros (47,5%), seguida da pesquisa de Registro Civil (31,7%). No atendimento a distância a maior demanda foi sobre Estrangeiros (67,6%), seguida do FINALIDADE DA PESQUISA(RIO + BRASÍLIA + DISTÂNCIA) Registro Civil (11,8%). No atendimento presencial no DF, a principal demanda é por outros temas (50%), seguida da pesquisa acadêmica (16,7%) e da pesquisa de imagens (16,7%). Considerando-se que a indicação de outros temas leva aos acervos da ditadura, a opção pesquisa acadêmica se torna prioritária no Distrito Federal.

Leia o relatório completo aqui.

Fonte: Núcleo de estudos ao usuário / COCAC

registrado em:
Fim do conteúdo da página