Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Mostra Afro-Brasileira de Cinema do Arquivo Nacional presta homenagem a Nelson Pereira dos Santos
Início do conteúdo da página

Mostra Afro-Brasileira de Cinema do Arquivo Nacional presta homenagem a Nelson Pereira dos Santos

Escrito por Tassia Verissimo | Publicado: Quarta, 16 de Mai de 2018, 13h18 | Última atualização em Quinta, 17 de Mai de 2018, 15h44

Nos dias 10 e 11 de maio o Arquivo Nacional realizou a "Mostra Afro-Brasileira de Cinema - Tributo a Nelson Pereira dos Santos". O evento fez parte do calendário de atividades da semana "130 anos da Abolição da Escravatura", organizado pela instituição para marcar os 130 anos da Lei Áurea e das comemorações pelos 180 anos do Arquivo Nacional. A curadoria da mostra foi de Antônio Laurindo, Coordenador de Documentos Audiovisuais e Cartográficos, e Clóvis Molinari Jr., Supervisor da Midiateca do Arquivo Nacional.

Nelson Pereira dos Santos foi um cineasta brasileiro, com obra reconhecida pela crítica e público. Era bacharel em direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo e, em 2006, foi eleito para a Academia Brasileira de Letras, ocupando a cadeira 7, cujo patrono é Castro Alves. Foi um dos precursores do movimento do Cinema Novo, além de ser o fundador do curso de graduação em Cinema da Universidade Federal Fluminense, onde atuou como professor. Doou seu acervo de filmes para o Arquivo Nacional.

Para Clóvis Molinari Jr., Nelson Pereira dos Santos pode ser considerado, junto com Humberto Mauro, um dos pais do cinema brasileiro. Em suas palavras: "Nós temos muitos gênios e grandes realizadores. Mas pais, no sentido de colaborar com a categoria, de constituir uma escola cinematográfica, são poucos. O Nelson tem filmes de vanguarda e filmes populares. Era um cineasta completo". A curadoria decidiu, então, em razão de sua relevância para a cinematografia brasileira, homenagear o recém-falecido cineasta com a exibição de alguns de seus filmes com temática afro-brasileira durante a mostra de cinema do Arquivo Nacional.

Os filmes selecionados para o dia de estreia foram Rio Zona Norte (1957) e O Amuleto de Ogum (1974), de Nelson Pereira dos Santos. No dia 11 de maio foram exibidos Tenda dos Milagres (1977), também do cineasta e uma coletânea de filmes de curtas e médias-metragens e reportagens de televisão pertencentes ao acervo custodiado pelo Arquivo Nacional, com a temática afro-brasileira.

Durante a cerimônia de abertura foi exibido um material gravado quando o Nelson Pereira da Silva entregou seu acervo ao Arquivo Nacional. A filmagem, até então inédita, mostra a chegada do material, a recepção pelos técnicos da instituição e um depoimento do cineasta sobre sua decisão de depositar os filmes no Arquivo Nacional para que eles pudessem ser guardados e preservados de maneira adequada. Na sequência, a filha do cineasta, Márcia Pereira dos Santos, foi convidada a subir no palco. Ela agradeceu aos curadores da mostra e ao Arquivo Nacional a homenagem ao seu pai. A cerimônia de abertura da "Mostra Afro-Brasileira de Cinema - Tributo a Nelson Pereira dos Santos" foi transmitida ao vivo na página do Arquivo Nacional no Facebook.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página