Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Na Mídia > Acervo do AN em exposição sobre a Panair do Brasil
Início do conteúdo da página

Acervo do AN em exposição sobre a Panair do Brasil

Escrito por Tassia Verissimo | Publicado: Segunda, 08 de Julho de 2019, 17h31 | Última atualização em Segunda, 08 de Julho de 2019, 17h34 | Acessos: 601

"Nas Asas da Panair é como ficou conhecida a canção, de 1974, de Milton Nascimento e Fernando Brant, que tinha os títulos Saudade dos aviões da Panair e Conversando no bar, interpretada por Elis Regina.

“Cerveja que tomo hoje é//Apenas em memória dos tempos da Panair//A primeira Coca-cola foi//Me lembro bem agora, nas asas da Panair//A maior das maravilhas foi//Voando sobre o mundo nas asas da Panair”.

Nas Asas da Panair é também o título da exposição que o Museu Histórico Nacional [MHN], no Rio de Janeiro, inaugura em 11 de julho, às 11h30, sob curadoria da historiadora Mariza Soares.

A mostra apresenta itens da coleção criada em 2017 como resultado de uma parceira entre a empresa Panair do Brasil e a Família Panair, uma associação que reúne antigos funcionários da companhia. Ao longo de um ano foram coletados quase 700 peças, entre objetos e material de divulgação impresso. A companhia faz 90 anos de fundação em 2019.

(...)

O conjunto da mostra ilustra o conceito curatorial de modernidade e alta qualidade com cerca de 300 artigos: vestuário da tripulação – uniforme e adereços, serviço de bordo – louça [porcelana Rosenthal], faqueiro de prata [Eberle e Fracalanza], brindes – chaveiro, cinzeiro, baralho, caneta, estojos de toalete, de costura e de correspondência, fotos pessoais e documentais garimpadas na Biblioteca Nacional e no Arquivo Nacional, e matérias de jornal, principalmente da época do fechamento da Panair. Há uma vasta seleção de peças gráficas promocionais de roteiros nacionais e internacionais, folhinhas, menus de bordo, encarte para passagens e outros materiais de folheteria."

Matéria completa aqui: https://www.aeroin.net/panair-a-empresa-extinta-por-decreto-tem-exposicao-inedita-com-700-itens/.

registrado em:
Fim do conteúdo da página