Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Institucional > Base Jurídica
Início do conteúdo da página
Institucional

Base jurídica

Escrito por teste | Publicado: Quarta, 30 de Março de 2016, 16h29 | Última atualização em Terça, 01 de Outubro de 2019, 15h06 | Acessos: 7727

Previsto desde a Constituição Brasileira de 1824 e fundado pelo Regulamento nº 2, de 2 de janeiro de 1838, o Arquivo Nacional tem como base jurídica atual a Lei nº 8.159, de 8 de janeiro de 1991.

De acordo com essa lei, o AN tem como missão, “a gestão e o recolhimento dos documentos produzidos e recebidos pelo Poder Executivo Federal, bem como preservar e facultar o acesso aos documentos sob sua guarda, e acompanhar e implementar a política nacional de arquivos” e tem como órgão vinculado o Conselho Nacional de Arquivos (CONARQ).

A essas competências foi acrescida outra, por meio do Decreto nº 4.915, de 12 de dezembro de 2003, a de integrar o Sistema de Gestão de Documentos de Arquivo (SIGA) como órgão central desse sistema, responsável, entre outras medidas, por “coordenar as atividades de gestão de documentos de arquivo desenvolvidas pelos órgãos setoriais e seccionais que o integram”.

Além disso, a instituição ainda detém competências concedidas por meio do Decreto nº 9.662, de 1º de janeiro de 2019, que atualmente organiza a estrutura do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Entre essas competências estão a de:

I - orientar os órgãos e as entidades do Poder Executivo federal na implementação de programas de gestão de documentos, em qualquer suporte;

II - fiscalizar a aplicação dos procedimentos e das operações técnicas referentes à produção, ao registro, à classificação, ao controle da tramitação, ao uso e à avaliação de documentos, com vistas à modernização dos serviços arquivísticos governamentais;

III - promover o recolhimento dos documentos de guarda permanente para tratamento técnico, preservação e divulgação, de forma a garantir acesso pleno à informação, em apoio às decisões governamentais de caráter político-administrativo e ao cidadão na defesa de seus direitos, com vistas a incentivar a produção de conhecimento científico e cultural;

IV - acompanhar e implementar a política nacional de arquivos, definida pelo Conselho Nacional de Arquivos; e

V - instruir e analisar as solicitações de registro de empresas que executem serviços de microfilmagem.

Seu regimento, por sua vez, que organiza a sua estrutura e o seu funcionamento interno, encontra-se aprovado por meio da Portaria nº 2.433, de 24 de outubro de 2011, do então Ministério da Justiça.

Já o pleno acesso aos documentos do Arquivo Nacional, atualmente, estão garantidos pela Lei nº 12.527, de 18 de novembro de 2011 (Lei de Acesso à Informação), regulamentada pelo Decreto nº 7.724, de 16 de maio de 2012.

 

ASCOM-Assessoria de Comunicação Social

 

Visite nossas redes sociais:

Instagram - @arquivonacionalbrasil

Facebook - @arquivonacionalbrasil

Twitter - @ArquivoBrasil

YouTube - Arquivo Nacional

Pinterest - Arquivo Nacional do Brasil

Flickr - Arquivo Nacional do Brasil

MixCloud - Arquivo Nacional Brasil

 

Para consultar o acervo do Arquivo Nacional, acesse: 
http://www.arquivonacional.gov.br/consulta-ao-acervo/sian-sistema-de-informacoes.html

 

Fim do conteúdo da página