Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Difusão > Arquivo na História > Arquivo | Império - Apreensão de embarcação transportando escravos (1850)
Início do conteúdo da página

Arquivo | Império - Apreensão de embarcação transportando escravos (1850)

Escrito por Mirian Lopes Cardia | Publicado: Terça, 21 de Novembro de 2017, 13h26 | Última atualização em Terça, 21 de Novembro de 2017, 13h36 | Acessos: 1436

Em 4 de setembro de 1850 foi aprovada a Lei Eusébio de Queiroz, proibindo o tráfico de escravos para o Brasil. A partir de então, todos os navios que fossem flagrados transportando escravos eram apreendidos pelo governo brasileiro. A lei dizia que a importação de cativos era considerada pirataria, assim como previa punições aos responsáveis pelas embarcações.

 Na imagem, Auto de Diligência integrante do Processo de apreensão do iate “Rolha” e de uma garoupeira com 212 africanos pelo vapor de guerra “Urânia”, no Porto de Macaé, Rio de Janeiro, 1850.

Fundo Auditoria Geral da Marinha. BR_RJANRIO_0B_0_0_0002_V_01_m005.
 

 

Por: Coordenação-Geral de Acesso e Difusão Documental - COACE

 

ASCOM-Assessoria de Comunicação Social

Visite nossas redes sociais:
Twitter - https://twitter.com/ArquivoBrasil
Facebook - https://www.facebook.com/arquivonacionalbrasil
Pinterest - https://br.pinterest.com/arquivonacional
Instagram - https://www.instagram.com/arquivonacionalbrasil
YouTube - https://www.youtube.com/channel/UCcB7XUfJLfmtXx5KRKWAwCg
SoundCloud - https://soundcloud.com/arquivo-nacional
Flickr - https://www.flickr.com/photos/arquivonacionalbrasil/

Para consultar o acervo do Arquivo Nacional, acesse: 
http://www.arquivonacional.gov.br/consulta-ao-acervo/sian-sistema-de-informacoes.html

registrado em:
Fim do conteúdo da página