Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Arquivo em Cartaz homenageia as mulheres do cinema nacional

Escrito por Tassia Verissimo | Publicado: Segunda, 04 de Novembro de 2019, 15h56 | Última atualização em Terça, 03 de Dezembro de 2019, 16h59 | Acessos: 22

O Arquivo em Cartaz – Festival Internacional de Cinema de Arquivo chega a sua quinta edição neste ano. A mostra, que será realizada na sede do Arquivo Nacional, no Rio de Janeiro, e no Cine Arte UFF, em Niterói, de 6 a 13 de novembro, tem como tema Mulheres de cinema.

No Brasil, a participação feminina atrás das câmeras teve início com Cleo de Verberena, que dirigiu o filme (perdido) "O Mistério do Dominó Preto", e roteirizou "Casa de Caboclo", de Augusto Campo, ambos na década de 1930. Contudo, durante décadas, essa participação permaneceria limitada a poucas diretoras e roteiristas, e ainda hoje o mercado apresenta uma participação extremamente desproporcional de mulheres à frente de projetos cinematográficos.

Em sintonia com o tema, a cada edição do Arquivo em Cartaz é realizado tributo a um ou mais expoentes brasileiros nas áreas de cinema, pensamento, gestão e preservação de acervos audiovisuais (cineastas, produtores, pesquisadores, sonoplastas, montadores, memorialistas). As homenageadas em 2019 são: Lúcia Murat, diretora, documentarista e roteirista; e Fátima Taranto, técnica em preservação de filmes.

O Arquivo em Cartaz, realizado pelo Arquivo Nacional desde 2015, é um festival cujo foco reside na valorização dos acervos audiovisuais e da memória do cinema nacional. Apresenta três eixos principais: a preservação de acervos audiovisuais, sua difusão e a capacitação profissional. O evento tem como objetivo a discussão em torno da preservação de acervos cinematográficos e a (re)utilização de materiais de arquivo em novas produções. Representa também um importante espaço de formação, reflexão, divulgação e exibição de filmes com imagens de arquivo.

Todas as atividades do Arquivo em Cartaz são gratuitas. A programação de 2019 inclui as mostras:

- Competitiva: 18 filmes (9 curtas, 4 médias e 5 longas-metragens), produzidos no Brasil, Argentina e Israel, entre 2017 e 2019. A partir de documentários e filmes experimentais, o público poderá conhecer o potencial das imagens e materiais de arquivo para apresentar, criar e discutir novas narrativas. Os ganhadores nas categorias de Melhor Filme (longa, média e curta) serão contemplados com até 10 minutos de imagens em movimentos do acervo do Arquivo Nacional.

- Homenagem: A Mostra Homenagem exibirá filmes da diretora Lúcia Murat e de escolha da técnica em preservação de filmes Fátima Taranto, no Cine Arte Uff, além de filmes de diretoras brasileiras. Na noite de abertura, será exibido no auditório do Arquivo Nacional o último episódio da série Vestígios do Brasil, dirigido por Lúcia Murat. Haverá também uma sessão seguida de debate do filme É um caso de polícia, de Carla Civelli, filme de 1959 recentemente restaurado e inédito no circuito exibidor.

- Arquivo Faz Escola: Sessão gratuita para estudantes, com exibição do documentário Em Busca de Lélia. O projeto Arquivo Faz Escola acontece mensalmente no Arquivo Nacional, e terá uma edição especial no Arquivo em Cartaz 2019. Seu objetivo é despertar a consciência do público escolar para a importância da preservação da memória cinematográfica, assim como promover a utilização do cinema como uma ferramenta de aprendizado. Após a exibição, é realizado um bate-papo com professor convidado.

- Arquivos do Amanhã: vídeos produzidos por alunos de 10 a 24 anos de idade, vinculados a escolas públicas ou privadas do ensino fundamental ou médio, e também a projetos educativos de organizações não-governamentais (ONGs).

- Arquivo N (em parceria com a GloboNews): Exibição dois programas do Arquivo N: Ruth de Souza e A vida e a obra revolucionária de Nise da Silveira, um diálogo entre a valorização da pesquisa e a utilização de imagens de arquivo no processo de criação audiovisual.

- Lanterna Mágica: Curtas-metragens desenvolvidos durante a Oficina de Criação de Filmes Lanterna Mágica, entre agosto e novembro, com supervisão da editora de imagens Célia Freitas.

- Acervos: A Mostra Acervos traz uma seleção de filmes sob guarda de instituições científicas, educacionais, culturais e/ou arquivísticas. O objetivo é aproximar o público dos acervos, contribuindo para a difusão de filmes antigos, películas restauradas e material recém-disponibilizado ao público. Contaremos com registros do Arquivo Nacional, Centro Técnico do Audiovisual (CTAv) e Cinemateca do Museu de Arte Moderna.

Além das mostras, o Arquivo em Cartaz realiza oficinas dedicadas à preservação e tratamento técnico de arquivos audiovisuais. Com o objetivo de contribuir para o aperfeiçoamento das práticas referentes à conservação de acervos, as oficinas técnicas funcionam como um estímulo à capacitação de profissionais de arquivo na implementação de procedimentos básicos de conservação e processamento.

Confira a programação completa do festival em:

http://arquivonacional.gov.br/br/ultimas-noticias/1917-arquivo-em-cartaz-2019-6-a-13-de-novembro

Locais de Exibição

Arquivo Nacional – Praça da República, 173 – Centro | Rio de Janeiro (150 lugares no auditório, 50 lugares no miniauditório);

Cine Arte UFF – Rua Miguel de Frias, 9 – Icaraí | Niterói (290 lugares).


Todo o conteúdo deste site está publicado sob a licença Creative Commons Atribuição-Sem Derivações 3.0 Não Adaptada (CC BY-ND 3.0)

registrado em:
Fim do conteúdo da página