Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Série

A Guerrilha do Araguaia - Parte 2/2

Escrito por Mirian Lopes Cardia | Publicado: Terça, 01 de Maio de 2018, 10h21 | Última atualização em Quinta, 03 de Maio de 2018, 12h35 | Acessos: 436

A fotografia em destaque é a única existente no acervo do acervo do Serviço Nacional de Informações (SNI) que registra imagem da guerrilheira morta durante as operações militares, nos anos de 1970 a 1974, no sudeste do estado do Pará. Maria Lúcia era uma dos 70 combatentes do Partido Comunista do Brasil (PCdoB) desaparecidas durante o conflito.

Desde a década de 1980, após a promulgação da Lei de Anistia e com a gradativa abertura política do regime, os familiares dos combatentes no Araguaia iniciaram um longo périplo em busca dos corpos de seus parentes na região do conflito, realizando caravanas para a região, ouvindo moradores e testemunhas, seguindo pistas. Os familiares nunca deixaram de exigir do Estado brasileiro as informações sobre as circunstâncias das mortes e dos desaparecimentos e a localização dos seus restos mortais.

Em 1996, o Departamento de Medicina Legal da Universidade de Campinas (São Paulo) exumou duas ossadas localizadas no Cemitério de Xambioá (TO), e uma delas foi reconhecida como sendo a de Maria Lúcia Petit da Silva, sendo a primeira vez que  um combatente desaparecido foi identificado e sepultado por familiares. Seus dois irmãos, Lúcio e Jaime, também guerrilheiros, continuam desaparecidos. A segunda ossada localizada foi o do guerrilheiro Bérgson Gurjão Farias, em julho de 2009.

Os restos mortais de Bérgson foram sepultados em Fortaleza, sua terra natal, em 5 de outubro de 2009, 37 anos após sua morte na Guerrilha do Araguaia, diante da presença da mãe, dona Luiza, de 94 anos de idade.

 

Referência da imagem: BR_DFANBSB_ V8_ ACE_49474

 

ASCOM- Assessoria de Comunicação Social 

Visite nossas redes sociais:
Twitter - https://twitter.com/ArquivoBrasil
Facebook - https://www.facebook.com/arquivonacionalbrasil
Pinterest - https://br.pinterest.com/arquivonacional
Instagram - https://www.instagram.com/arquivonacionalbrasil
YouTube - https://www.youtube.com/c/ArquivoNacionalBrasil
MixCloud - https://www.mixcloud.com/ArquivoNacionalBrasil/
Flickr - https://www.flickr.com/photos/arquivonacionalbrasil/

Para consultar o acervo do Arquivo Nacional, acesse: 
http://www.arquivonacional.gov.br/consulta-ao-acervo/sian-sistema-de-informacoes.html

registrado em:
Fim do conteúdo da página