Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Arquivo na História > Mulheres na História - Maria Beatriz Nascimento
Início do conteúdo da página

Mulheres na História - Maria Beatriz Nascimento

Escrito por Mirian Lopes Cardia | Publicado: Segunda, 02 de Abril de 2018, 01h19 | Última atualização em Segunda, 05 de Março de 2018, 11h17 | Acessos: 1040

Apresentamos a trajetória de Maria Beatriz Nascimento, uma das personalidades femininas cujos acervos são guardados pelo Arquivo Nacional.
Dos 305 conjuntos documentais privados custodiados pelo Arquivo Nacional, apenas 26 são de mulheres, sintoma da falta de representatividade feminina em espaços de poder. São documentos produzidos desde o século XVII aos dias atuais, doados por personalidades brasileiras, como políticos, artistas e intelectuais, ou ainda por instituições, como forma de preservar a memória nacional. 

 Maria Beatriz Nascimento (1942-1995): Historiadora e ativista do movimento negro. Cursou História na Universidade Federal do Rio de Janeiro. No mesmo período, fez estágio em Pesquisa no Arquivo Nacional, com orientação do historiador José Honório Rodrigues. Posteriormente, torna-se professora de História da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro. Em 1978, dá início ao curso de especialização em História na Universidade Federal Fluminense, que conclui em 1981, com a pesquisa Sistemas alternativos organizados pelos negros: dos quilombos às favelas. Este projeto obtém financiamento parcial da Fundação Ford e da Casa Leopold Senghor do Senegal e tem como objetivo principal estabelecer a possível continuidade dos quilombos com favelas em determinadas cidades brasileiras. 

Foi assassinada, em 1995, ao defender uma amiga de um companheiro violento. 

Em 2016, O Arquivo Nacional realizou um concurso para dar nome a sua Biblioteca, quando o nome de Maria Beatriz Nascimento foi vencedor com 85% dos votos. Em 2017, durante a I Semana Nacional de Arquivos, foi realizada uma homenagem no Arquivo Nacional em tributo a Maria Beatriz, com a presença de parentes e ativistas de movimentos sociais.

 

ASCOM-Assessoria de Comunicação Social

Visite nossas redes sociais:
Twitter - https://twitter.com/ArquivoBrasil
Facebook - https://www.facebook.com/arquivonacionalbrasil
Pinterest - https://br.pinterest.com/arquivonacional
Instagram - https://www.instagram.com/arquivonacionalbrasil
YouTube - https://www.youtube.com/c/ArquivoNacionalBrasil
MixCloud - https://www.mixcloud.com/ArquivoNacionalBrasil/
Flickr - https://www.flickr.com/photos/arquivonacionalbrasil/

Para consultar o acervo do Arquivo Nacional, acesse: 
http://www.arquivonacional.gov.br/consulta-ao-acervo/sian-sistema-de-informacoes.html

registrado em:
Fim do conteúdo da página