Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Editais e Concursos

Prêmio Maria Odila

Publicado: Terça, 04 de Julho de 2017, 15h31 | Última atualização em Terça, 05 de Dezembro de 2017, 13h50 | Acessos: 1954

Resultado do Concurso de Monografias  - PRÊMIO NACIONAL DE ARQUIVOLOGIA / MARIA ODILA 2017

PROCESSO 08060.000365/2016-15 – No dia 1º de setembro de 2017, reuniu-se a Comissão Especial de Licitação/Comissão Julgadora do Prêmio Nacional de Arquivologia - Maria Odila 2017criada pela Portaria n. 288 de 22 de novembro de 2016 do Diretor Geral do Arquivo Nacional, e composta pelos professores Daniel Flores, Clarissa Moreira dos Santos Schmidt, Cynthia Roncaglio, Renato Pinto Venâncio, sob a presidência de Diego Barbosa da Silva. 
Depois do exame prévio dos 14 (catorze) trabalhos concorrentes divididos em três categorias, conforme Resultado da Habilitação, publicado no Diário Oficial da União de 22 de junho de 2017, a Comissão destaca o excelente nível dos trabalhos apresentados e classifica, na Categoria Monografia de Graduação, em 1º lugar a monografia sob o pseudônimo Archie; em 2º lugar a monografia sob o pseudônimo Aurora Veryinskaya; em 3º lugar a monografia sob o pseudônimo Lílian Luna Potter; na Categoria Dissertação de Mestrado, em 1º lugar a monografia sob o pseudônimo Peter Scott; em 2º lugar a monografia sob o pseudônimo Sir James Murray; em 3º lugar a monografia sob o pseudônimo Sakura; na Categoria Tese de Doutorado, não houve classificado. De acordo com o Regulamento do Edital do Concurso será premiado o primeiro lugar de cada categoria.
A abertura dos envelopes contendo a documentação e conseqüente identificação dos autores foi realizada em ato público, no dia 15 de setembro de 2017, às 14:00 horas, no Auditório Principal da sede do Arquivo Nacional.

 

Prof. Diego Barbosa da Silva
Prof. Daniel Flores

Profa. Clarissa Moreira dos Santos Schmidt 
Profa. Cynthia Roncaglio
Prof. Renato Pinto Venâncio

 D.O.U Seção 3 - 04/09/2017


Informativo

Com o objetivo de apoiar o desenvolvimento da área de Arquivologia no país, o Arquivo Nacional lançou em 2017 o Prêmio Nacional de Arquivologia/Maria Odila Fonseca.

Tal iniciativa retoma o prêmio criado pela antiga Associação dos Arquivistas Brasileiros, cujo acervo e direitos foram doados ao Arquivo Nacional e homenageia Maria Odila Fonseca (1953-2007), renomada professora de Arquivologia da UFF e servidora do Arquivo Nacional. O Prêmio se divide em três categorias: a) Melhor Trabalho de Conclusão de Curso de Graduação; b) Melhor Dissertação de Mestrado e c) Melhor Tese de Doutorado.

A seleção dos trabalhos será realizada por uma Comissão Julgadora composta por professores doutores de comprovada experiência em pesquisa e reconhecimento acadêmico na área de Ciências Sociais Aplicadas.

A Comissão avaliará os trabalhos concorrentes com base em critérios fundamentais de relevância e contribuição da pesquisa para o desenvolvimento do pensamento crítico na área de Arquivologia, ineditismo na abordagem do tema, coerência no desenvolvimento e na organização do texto, citações, transcrições, notas, observações,referências completas das fontes e bibliografia consultadas, conforme regulamento.

2017 - Vencedores

- Categoria Monografia de Graduação:  Karina Xavier Holstein, bacharel em Arquivologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Título: ‘Uma análise dos concursos públicos para arquivista no Brasil’.

- Categoria Dissertação de Mestrado:  Cássio Murilo Alves Costa Filho, mestre em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília (UnB). Título: ‘O ciclo vital dos documentos ante o Pós-Custodialismo: o modelo australiano records continuum como instrumento de elucidação’.

- Categoria Tese de Doutorado:  não houve classificado. 

Edital

Link para o edital e regulamento.

Ficha de identificação.

 

Publicado por
ASCOM-Assessoria de Comunicação Social

 

 

Fim do conteúdo da página